Banner topo – Estado Piauí Banner topo – Rede Brasil Aluguel de Carros
Rede Brasil

No Piauí,PM deixa arma como garantia de dívida com suspeito de tráfico de drogas

em 12 de agosto de 2017

Um policial militar será investigado pela Polícia Civil, após a arma dele ser encontrada com o empresário preso por tráfico de drogas durante a Operação Barlavento, em Parnaíba, no Litoral do Piauí. Na ação, outros seis suspeitos de integrar a quadrilha foram presos.

“Durante a busca e mandado de prisão contra o empresário do ramo automotivo, nós encontramos na casa do suspeito uma pistola de uso exclusivo da polícia. Ele confessou que a arma pertencia a um sargento e estava em sua posse como garantia de uma dívida”, explicou o delegado Tales Gomes, da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre).

Segundo o delegado, o policial já foi identificado e será ouvido em um momento oportuno. Já o empresário preso é apontado como agiota, que lucrava com o empréstimo de dinheiro para a compra de drogas.

“O empresário sabia da finalidade dos empréstimos que fazia e por isso foi preso. Independente se o policial deixou a arma como garantia de uma dívida de droga ou dinheiro, essa atitude é inadimissível. Vamos fazer a oitiva do oficial e encaminhar o caso para a a Polícia Militar”, destacou.

Droga vinha de Brasília com destino ao Litoral do Piauí (Foto: Divulgação/Polícia Civil do Piauí)

Droga vinha de Brasília com destino ao Litoral do Piauí (Foto: Divulgação/Polícia Civil do Piauí)

A investigação durou cerca de um ano e comprovou a ligação dos suspeitos presos com a grande quantidade de droga apreendida meses atrás pela Depre. Conforme o delegado, os 20 quilos de maconha apreendidos na Rodoviária de Parnaíba e os 43 quilos encontrados em bagagem no Terminal Rodoviário de Teresina seriam destinados a quadrilha.

“Os outros suspeitos presos atuavam na venda e compra de drogas. Todos eles foram encaminhados para a Penitenciária Mista de Parnaíba e serão ouvidos em breve. Diante de novos fatos não descartamos novas prisões”, acrescentou o delegado.

Fonte: G1/Piauí

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados para esta matéria.