Banner topo – Armazém do povo Banner Topo -Virtex Telecom Banner Governo do Estado
Rede Brasil

Assistência Social de Francisco Macedo realiza ação de conscientização sobre violência contra a mulher em alusão ao ‘Agosto Lilás’

em 30 de agosto de 2021

Assistência Social de Francisco Macedo realiza ação de conscientização sobre violência contra a mulher em alusão ao ‘Agosto Lilás’

A prefeitura municipal de Francisco Macedo, por meio da Secretaria de Assistência Social e do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social), realizou durante a manhã dessa segunda-feira, 30, uma passeata em alusão a campanha ‘Agosto Lilás’.

O objetivo da campanha é conscientizar a população a respeito do enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher,  intensificando as ações sobre a necessidade do fim desses tipos de violências.

A concentração da ação comandada pela Secretária de Assistência Social, Ana Cláudia, foi em frente a sede do CRAS. De lá, os colaboradores do órgão partiram em caminhada pelas principais vias do centro de Francisco Macedo e abordaram pessoas em estabelecimentos comerciais públicos como a lotérica, sindicato dos trabalhadores rurais e a sede da prefeitura municipal.

Durante a ação, também foram distribuídos panfletos para divulgar os serviços especializados da rede de atendimento a mulher em situação de violência e os mecanismos de denúncias existentes.


Em casos de violência contra as mulheres, a denuncia pode ser feita pela vítima ou por qualquer pessoa em delegacias ou órgãos de acolhimento, como o CRAS. Além disso, O Ligue 180 é o canal de atendimento criado especialmente para lidar com casos de agressão doméstica, e além de receber denúncias, também pode ser utilizado para a solicitação de informações sobre delegacias próximas e redes de acolhimento

A psicóloga Leyse Barroso falou sobre a importância da iniciativa e alertou para a necessidade da denúncia em situações de violência:

“A Campanha do Agosto Lilás tem como objetivo intensificar a divulgação da Lei Maria da Penha, sensibilizar e conscientizar a sociedade sobre o fim da violência contra a mulher, incentivando as denúncias de agressão, que podem ser físicas, psicológicas, sexuais, morais e patrimoniais. A denúncia de violência contra a mulher, pode ser feita em delegacias e órgãos especializados, onde a vítima procura amparo e proteção. 0 180 é o número da central de atendimento à mulher, funciona 24 horas por dia, é gratuito e confidencial. Na maioria das vezes a violência acontece dentro da própria casa. Pode ser cometida pelo marido, companheiro, pai, irmão, padrasto ou qualquer outra pessoa que viva sobre o mesmo teto. Pode acontecer também no trabalho, na rua, na escola, e em outros lugares. Então não se cale, denuncie!” disse a psicóloga.

Veja imagens!

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados para esta matéria.