Banner Topo -Virtex Telecom Banner Governo do Estado Banner topo – Armazém do povo
Rede Brasil

Piauiense na África do Sul tenta voltar para casa após voos serem cancelados por conta da variante ômicron

em 30 de novembro de 2021

A África do Sul está sofrendo restrições de voos por conta da nova variante do novo coronavírus, a ômicron. Por isso, o voo da servidora Jéssyca Amorim Dias foi cancelado e, agora, ela não sabe quando vai voltar para casa.

Era para ser uma viagem de férias, com direito a um intercâmbio e passeios no país africano. No entanto, na hora de voltar para casa, a servidora que é de Teresina e está acompanhada do namorado, recebeu nas vésperas a notícia que o voo foi cancelado e que não havia previsão de um novo voo para o Brasil.

“O nosso voo era saindo de Joanesburgo quando o cancelaram. A gente voltou de ônibus, rodamos 1.500 km, porque estava um caos quando saiu a notícia dessa variante. Todo mundo quis sair do país. O aeroporto estava um caos”, disse Jéssyca.

A servidora contou que no país há mais brasileiros na mesma situação que ela. Jéssyca ainda não chegou a ir ao consulado com o grupo de amigos.

“Quem procurou o consulado foi informado que vão remarcar os voos, mas não sabem se o governo vai mandar uma aeronave. A gente preencheu um formulário de repatriação, mas ainda está em fase de coleta de dados, mas eles não sabem ainda se realmente vai ter um voo”, contou.

Jéssyca tinha se programado para passar um mês no país — Foto: Reprodução /Redes Sociais

Jéssyca tinha se programado para passar um mês no país — Foto: Reprodução /Redes Sociais

Jéssyca falou que, em meio a tantas incertezas, não sabe como será os próximos dias. Ela tinha se programado para passar um mês no país e agora vai precisar prorrogar por um período ainda indeterminado.

“Infelizmente é bem incerto e isso que angústia a gente. A gente se sente impotente, porque não tem o que fazer, não tem voo”, relatou.


Fonte: G1 Piauí

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados para esta matéria.