Banner topo – Armazém do povo Banner topo – Rede Brasil Aluguel de Carros Banner topo – Governo do Estado – Mãos higienizadas Banner topo – governo do Estado – Máscaras Banner Topo -Virtex Telecom Banner topo – governo do Estado – Economia com responsabilidade
Rede Brasil

Caixão com homem morto por Covid-19 é abandonado em cemitério de município do Piauí

em 13 de agosto de 2020

Caixão com homem morto por Covid-19 é abandonado no cemitério de Altos

Um caixão com o corpo de um homem que morreu em decorrência da Covid-19 foi “abandonado” em um cemitério localizado no Povoado Prata, na zona Rural de Altos, distante 42 Km de Teresina.

Fotos do caixão fora da “vala” viralizaram nas redes sociais e revoltaram a população de Altos, já que os protocolos sanitários não foram cumpridos. Populares contam que até o plástico que envolvia a urna funerária foi retirado e jogado no cemitério. O corpo é de um homem que morreu no Hospital Getúlio Vargas, em Teresina, no último dia 4 de agosto.

A Prefeitura de Altos, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e da Vigilância Epidemiológica, se pronunciou sobre o caso e esclareceu que só foi informada da morte quando o traslado e o enterro do paciente já haviam acontecido.

A Secretaria Municipal de Saúde de Altos afirma que só tomou  conhecimento do óbito por meio do Sistema de Notificações do Governo do Estado, ao meio-dia do dia 5 de agosto.

A Secretaria Municipal de Saúde garante que  tomou medidas imediatas para solucionar a situação e o corpo foi devidamente enterrado.

Veja a nota completa

A Prefeitura de Altos, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e da Vigilância Epidemiológica, esclarece que foi informada do referido óbito quando já havia sido feito pela família o traslado e o enterro do paciente sem comunicação ao Município, ou seja, sem seguir o protocolo oficial em caso de óbito.  O paciente veio a óbito na noite do dia 4 de agosto, no Hospital Getúlio Vargas, em Teresina. Ao tomar conhecimento do óbito por meio do Sistema de Notificações do Governo do Estado, ao meio-dia do dia 5 de agosto, a Secretaria Municipal de Saúde tomou medidas imediatas para solucionar a situação, que não seguiu os protocolos estabelecidos tanto pelo Estado como pelo Município.

 

Via Tribuna em Foco

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados para esta matéria.