Banner topo – Rede Brasil Aluguel de Carros BAnner Governo do Estado Banner Topo -Virtex Telecom Banner topo – Armazém do povo
Rede Brasil

Réus por crime de feminicídio são condenados a 18 e 21 anos de reclusão no Piauí

em 21 de outubro de 2020

A atuação do Ministério Público do Piauí resultou na condenação dos réus Mário Cavalcante Lopes e Quelton Soares Neves pelo crime de feminicídio a penas de 21 anos e 04 meses de reclusão e 18 anos e 08 meses de reclusão. O promotor de Justiça João Malato Neto participou do julgamento auxiliando o trabalho da Promotoria de Justiça Criminal de São Raimundo Nonato. As sentenças deverão ser cumpridas em regime fechado. O julgamento foi realizado ontem, 19 de outubro, na Comarca de São Raimundo Nonato.

Os condenados foram levados a julgamento pela prática do crime de homicídio qualificado por motivo torpe ou mediante paga ou promessa de recompensa, com emprego de meio cruel e feminicídio (artigos 121, §2º, I, III e VI c.c 29, todos do Código Penal). O crime ocorreu no dia 10 de maio de 2018, por volta das 03h00min, em uma residência situada na Rua Guilherme Pereira de Assis, bairro Umbelina II, no município de São Raimundo Nonato. Os acusados assassinaram Maria Valdinete Correira Lopes estrangulando-a com um pedaço de corda.

    Divulgação

Consta nos autos do processo que Mário Lopes contratou Quelton Neves. Em seguida, na madrugada do crime, Quelton Neves arrombou a porta da cozinha da residência de Maria Valdinete enquanto ela dormia, estrangulou a vítima e fugiu do local. Na sequência, Quelton Neves recebeu de Mário Cavalcante como pagamento, pelo crime praticado, a posse da residência da vítima.

O crime, à época dos fatos, causou grande repercussão em São Raimundo Nonato em virtude da violência praticada.

Após o julgamento, a decisão foi proferida pelo juiz titular da Comarca de São Raimundo Nonato, Carlos Alberto Bezerra Chagas.

Vítima de feminicídio
Vítima de feminicídio 

Via 180 Graus

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados para esta matéria.