Banner Topo -Virtex Telecom Banner Governo do Estado Banner topo – Armazém do povo
Rede Brasil

Caçador é condenado a 17 anos de prisão por matar mulher a tiro em cidade do PI

em 21 de outubro de 2021

Após 12 horas de julgamento, o Tribunal do Júri de Campo Maior condenou, nessa quarta-feira (20/10), o caçador José Roberto Costa dos Anjos, acusado de matar a própria companheira com um tiro de espingarda. Ele foi condenado a 17 anos e seis meses de prisão por ter atingido um tiro fatal no pescoço da doméstica Maria Carolina Macena da Costa, de 38 anos. As informações são do Portal de Campo Maior.

O crime aconteceu no Bairro São João, em Campo Maior, na madrugada do dia 12 de janeiro de 2020. após uma discussão na casa do casal motivada pelo ciúmes.

    Portal de Campo Maior

Segundo o promotor de Justiça Márcio Carcará, do Ministério Público, Carolina foi morta motivada pelo sentimento doentio de Zé Roberto, que tinha ciúmes da vítima até com o neto, menor de idade. “O crime foi caracterizado como feminicídio, porque o acusado matou por um sentimento de machismo”, detalha o promotor.

O advogado de defesa da família, Helder Rodrigues, disse que conseguiu comprovar crime de feminicídio no julgamento e por isso vai pedir a extensão da pena do réu de 17 para 30 anos de prisão. “Entendemos que a Justiça foi feita parcialmente e que pelas circunstancias do crime, a pena deve ser aumentada”, argumenta Helder Rodrigues.

A defesa de José Roberto Costa dos Anjos também vai recorrer da sentença. Enquanto isso, José Roberto continuará preso na penitenciária regional de Esperantina, onde aguardará novo julgamento.

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados para esta matéria.