Banner topo – Armazém do povo Banner Topo -Virtex Telecom Banner topo – Rede Brasil Aluguel de Carros
Rede Brasil

No Piauí, foi registrado um aumento de 600 casos de câncer de mama entre 2018 e 2019

“Entre 50 e 69 anos, as mulheres devem realizar a mamografia a cada dois anos, mulheres a partir dos 35 anos com fator de risco mais elevados devem realizar o exame anualmente”, informa a coordenadora

em 03 de outubro de 2019

Outubro é o mês de conscientização e prevenção ao câncer de mama. Uma das principais maneiras de se prevenir o problema é a realização da mamografia, somente em 2018 o Estado do Piauí realizou 58.419 mamografias em seu território, deste total, 36.691 estavam na faixa etária de 50 a 69 anos.

A cidade que realizou a maior quantidade de exames foi a capital Teresina, com 29.341 procedimentos, seguida por Piripiri, 5.731 mamografias, e Floriano, que realizou 5.237 exames de mama.

“Quanto mais precoce o diagnóstico, maior as chances de cura, menos repercussão física e psicológica na vida da mulher, por isso pedimos que elas façam anualmente a mamografia, principalmente a partir dos 35 anos”, lembra a coordenadora de Saúde da Mulher da Secretaria de Estado da Saúde, Alzenir Moura Fé.

600 NOVOS CASOS

Com relação ao câncer de mama, o Piauí apresentou 600 novos casos da doença entre 2018 e 2019. No ano passado, foram registrados 504 casos novos e 157 óbitos, já em 2019 foram 202 novos casos já registrados até agora.

“Entre 50 e 69 anos, as mulheres devem realizar a mamografia a cada dois anos, mulheres a partir dos 35 anos com fator de risco mais elevados devem realizar o exame anualmente”, informa a coordenadora.

O Estado conta com 55 mamógrafos, distribuídos em 17 municípios. Cada equipamento possui a capacidade de realizar até 5.069 mamografias por ano.

Além da mamografia feita com os equipamentos, Alzenir destaca que o autoexame é um meio eficaz para ajudar na prevenção ou rápida detecção da doença.

“As mulheres devem conhecer seu próprio corpo para identificar os seguintes sinais de alarme: caroço (nódulo), geralmente indolor; pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no bico do peito (mamilo); pequenos nódulos em regiões embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço; saída de líquido anormal das mamas. Se a mulher sentir qualquer um desses sintomas deve procurar o médico”, destaca Alzenir.

Fonte: OitoMeia

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados para esta matéria.