Banner Topo -Virtex Telecom Banner topo – Rede Brasil Aluguel de Carros
Rede Brasil

Desistência do Deputado Rodrigo Martins complica chapa da oposição

em 18 de agosto de 2018

Rodrigo Martins: decisão de não disputar um novo mandato na Câmara dos Deputados tem participação direta da família

O deputado Rodrigo Martins (PSB) não é mais candidato à reeleição. Ele desistiu da campanha por um segundo mandato na Câmara dos Deputados, uma decisão que pode ter reflexos importantes na chapa de oposição. Pode complicar ainda mais o que já está muito complicado.

Hoje, a oposição do Piauí conta com três deputados federais: Átila Lira (PSB), Rodrigo e Heráclito Fortes (DEM). Os três lutavam para retornar ao Legislativo em uma tarefa difícil, diante do pequeno número de postulantes à Câmara. Além dos três, basicamente sobressaiam na chapa onde estão PSB e DEM – a que se junta ao palanque de Luciano Nunes (PSDB) – o nome da deputada estadual Juliana Moraes Souza (PSB) e a médica Lúcia Santos (PSDB). Isso significa dizer que poucos somariam para a formação de um cociente eleitoral robusto.

A expectativa era que apenas dois dos três voltariam à Câmara. Os cálculos dos analistas apontavam a melhor posição de Átila, com Heráclito e Rodrigo disputando a segunda vaga. A desistência de Rodrigo não tranquiliza Heráclito. Muito pelo contrário. Se em 7 de outubro prevalecer o cálculo que o mundo político faz hoje, a soma da votação de Átila, Heráclito, Juliana e Lúcia Santos não garante muita sobra além do cociente eleitoral.

Ou dito de outra forma: nas condições de hoje, sem Rodrigo, a coligação mal faria um deputado. Com Rodrigo, deveria ter dois assegurados – com a perspectiva de lutar por três, a depender do rumo da campanha.

Família foi chave na decisão

A decisão de Rodrigo Martins de deixar a disputa por um novo mandato na Câmara teve a participação direta da família. Os pais e a mulher já não viam com tanto ânimo uma nova campanha, sobretudo pelos gastos exigidos. O susto com a queda de um avião em que Rodrigo estava ajudou a fortalecer essa decisão. Era risco demais. Melhor mudar de planos.

Depois de um início tímido, Rodrigo vinha tendo um bom desempenho como deputado, especialmente após assumir a presidência da Comissão de Defesa do Consumidor. “É um bom deputado, presente e atuante”, disse dele Átila Lira, seu companheiro de bancada.

Cidade Verde

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados para esta matéria.