BAnner Governo do Estado Banner topo – Rede Brasil Aluguel de Carros Banner topo – Armazém do povo Banner Topo -Virtex Telecom
Rede Brasil

Em Teresina, prefeito Márcio Alencar busca mais investimentos para abastecimento de água em Alegrete

O gestor tratou da reativação de carros pipas e buscou também a perfuração de mais poços tubulares.

em 13 de setembro de 2017

Na manhã desta quarta-feira (13), o prefeito de Alegrete do Piauí, Márcio Alencar (PT) esteve na capital Teresina em busca de novos investimentos no setor de abastecimento de água. Em reunião com o diretor da Defesa Civil do Piauí, Vitorino Tavares, o gestor tratou da reativação de carros pipas e buscou também a perfuração de mais poços tubulares.

O município tem sido bastante afetado pela sequente crise hídrica que assola toda a região. Nesta terça-feira (12), Alegrete e mais 60 cidades piauienses tiveram o estado de emergência reconhecido pela União, em portaria divulgada pelo DOU, somando 87 municípios nesta situação no estado.

Para driblar os problemas naturais, a escassez de água em virtude da falta de chuvas, a diminuição de água nos poços e toda problemática do sistema de abastecimento local, ‘Marcinho’ tem dedicado atenção e esforços constantes para o setor, na busca de amenizar o sofrimento da população.

No total, desde seu mandato anterior, o jovem prefeito entregou para a população cerca de 27 poços perfurados e equipados nos locais de principal necessidade. Obras conquistadas junto ao Governado do Estado, autoridades políticas e também com recursos próprios, realizando os investimentos através de uma programação organizada que segue as demandas locais.

“Nossa luta é constante, pois sabemos que a água é uma necessidade básica do nosso povo. Tenho buscado cada vez mais investimentos junto dos nossos representantes políticos das esferas estaduais e federais, para que assim a gente possa levar mais qualidade de vida aos alegretenses. Já foram investimentos de curto, médio e longo prazo, com encanação, estrutura de armazenamento e tratamento de água, e também perfuração de poços como medida mais emergencial. Vamos continuar trabalhando muito para amenizar todos os problemas dessa crise hídrica”, finalizou.

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados para esta matéria.