Banner topo – Governo Piauí Banner Topo -Virtex Telecom Banner topo – Rede Brasil Aluguel de Carros Banner topo – Armazém do povo
Rede Brasil

Em Dom Expedito Lopes, estudantes farão protesto contra falta de transporte escolar

Os estudantes vão cobrar da administração do prefeito, Valmir Barbosa (PDT), o cumprimento da Lei Municipal, aprovada na Legislatura passada, e sancionada pelo ex-prefeito Alecxo Belo (PSB), que obrigava a Prefeitura a oferecer o transporte escolar quando o Estado deixasse de disponibilizar o serviço.

em 18 de fevereiro de 2019

Foto/ Sheila Alves
Ato percorrerá a Avenida José Honório de Sousa e ternminará em frente a Prefeitura

Estudantes de Dom Expedito Lopes que cursam ensino superior ou técnico na cidade de Picos e ensino médio na Unidade Escolar Dr. João Carvalho, na sede do município, farão uma manifestação pacífica para protestar contra a medida da Prefeitura que deixou de oferecer o transporte escolar gratuito.

O ato, que acontecerá na próxima quinta-feira (21), a partir das 07h00min, terá concentração em frente à Garagem Municipal e em seguida percorrerá a Avenida José Honório de Sousa com o enceramento em frente à Prefeitura.

Os estudantes vão cobrar da administração do prefeito, Valmir Barbosa (PDT), o cumprimento da Lei Municipal, aprovada na Legislatura passada, e sancionada pelo ex-prefeito Alecxo Belo (PSB), que obrigava a Prefeitura a oferecer o transporte escolar quando o Estado deixasse de disponibilizar o serviço.

Um protesto já havia acontecido durante a abertura do Ano Legislativo, na Câmara de vereadores no último dia 08 de fevereiro, oportunidade que três estudantes usaram a Tribuna para cobrar do gestor a disponibilização do transporte escolar gratuito para os alunos da zona rural que estudam o ensino médio na rede estadual na Unidade Escolar Dr. João Carvalho, na sede do município, e para os estudantes que fazem cursos superior e técnico em instituições de ensino na cidade de Picos.

“O transporte dos alunos do ensino médio o Governo do Estado tem um convênio de aporte financeiro para subsidiar o transporte desses alunos. Frequentemente o Estado atrasa esses aportes, mas o gestor usando o bom senso, o lado humano e vendo a situação dos pais desses alunos e a situação financeira das famílias desses alunos, mantém esse transporte. Mas o atual gestor alegando questão financeira do município, alegando a eleição de Bolsonaro, alegando vários fatores, simplesmente suspendeu de forma unilateral esse transporte”, relatou o vice-prefeito, Écio Flávio (PSB), naquela oportunidade.

(Foto/ Divulgação/ Manifestação acontecerá na manhã da próxima quinta-feira)

 

Fonte: Portal O Povo

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados para esta matéria.