BAnner Governo do Estado Banner topo – Armazém do povo Banner topo – Rede Brasil Aluguel de Carros Banner Topo -Virtex Telecom
Rede Brasil

Após seis horas do crime, polícia prende dupla acusada de matar vendedor de carro em Alegrete do Piauí; motivo do crime seria um suposto furto de botijões de gás

em 10 de setembro de 2017

A polícia militar do GPM da cidade de Alegrete do Piauí, juntamente com o apoio dos PMS do GPM de Francisco Macedo-PI, efetuaram a prisão dos dois acusados de homicídio do rapaz identificado como Joseli Joaquim de Almeida, fato que ocorreu na noite de ontem (9), no município de Alegrete do Piauí.

Após o crime, na noite de ontem, os policiais militares do Força Tática de Fronteiras juntamente com os policiais militares de Alegrete do Piauí e Francisco Macedo, realizaram diligências na área para tentarem localizar os autores do crime. Os suspeitos, ao perceberam que a Polícia estava próxima, abandonaram a moto utilizada no crime e a incendiaram, seguindo viagem a pé.

Segundo informações, os suspeitos não conheciam a região, e adentraram a mata até chegarem no município de Francisco Macedo, mais precisamente na localidade retiro, onde seguiram até chegar a comunidade Camboeiro, e resolveram pedir informações aos moradores, para saberem onde era aquele lugar que eles se encontravam. Os moradores, achando o fato suspeito, resolveram ligar para o GPM de Francisco Macedo, que juntamente com a o GPM de Alegrete, localizaram e prenderam os acusados por volta das 5hrs da manhã na localidade Agreste, ainda na cidade de Francisco Macedo.

Os suspeito foram identificados como Adão José Anderson de Sousa e  Jucejanio Antônio Martins de Oliveira, ambos residentes da cidade de Fronteiras-PI.

Os dois homens confessaram serem os autores do homicídio de Joseli. Um dos suspeitos, Adão José Anderson, relatou a polícia que a vítima Joseli havia furtado cerca de 19 botijões de gás de um dos seus depósitos, e que por isso, resolveu contratar outro rapaz para juntos executarem Joseli.

Segundo informações, a vítima do homicídio, Joseli Joaquim de Almeida, continha passagem pela polícia por roubo e clonagem de veículos nos estados de Pernambuco, Paraíba e São Paulo.

Segundo informações da polícia, os homens estavam armados com um calibre 38 e uma arma 380. A arma calibre 38 estava faltando 4 projeteis de bala, na qual foram utilizados contra Joseli.

Os suspeitos foram encaminhados para a 4ª Companhia de Polícia Militar de Fronteiras-PI, na qual responderão por homicídio triplamente qualificado.

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados para esta matéria.