Banner topo – Rede Brasil Aluguel de Carros Banner Topo -Virtex Telecom
Rede Brasil

Polícia busca universitária desaparecida há mais de uma semana na capital piauiense

em 12 de Fevereiro de 2018

Jovem desapareceu em Teresina e família está procurando (Foto: Reprodução/Facebook)

A estudante de comunicação social Patrícia Andrade, 30 anos, está desaparecida desde o dia 4 de fevereiro, quando saiu da casa onde mora com a tia, na Zona Leste de Teresina, e não voltou mais. A família já acionou a polícia, que está investigando o caso, e está fazendo uma campanha nas redes sociais para localizar a moça.

De acordo com a mãe da universitária, a agente penitenciária Maria José, a filha saiu de casa na noite do dia 4 às 23h45 e, pelas câmeras de segurança de casas da vizinhança, ninguém foi visto com ela.

“Ela saiu sozinha da casa da minha irmã, que ela também chama de mãe. Isso foi no bairro São João e a última pista que temos dela é ainda no próprio bairro”, informou.

Família está fazendo campanha para encontrar Patrícia (Foto: Divulgação)

Família está fazendo campanha para encontrar Patrícia (Foto: Divulgação)

Segundo ela, essa é a primeira vez que Patrícia sai de casa e some sem dar notícias. Na última vez em que foi vista, a jovem usava um short jeans e uma blusa preta.

Um boletim de ocorrência foi registrado no 5º Distrito Policial, que está investigando. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública comentou o caso:

A Secretaria de Segurança Pública do Piauí, por meio da Polícia Civil, informa que o Boletim de Ocorrência pelo desaparecimento da jovem Patrícia Andrade, que está desaparecida desde o último dia 04 de fevereiro, foi registrado no 5º Distrito Policial no bairro São João, zona leste de Teresina. Equipes da Polícia Civil investigam o caso e as diligências estão sendo feitas, porém mais detalhes não serão repassados para não atrapalhar o andamento das investigações.

Qualquer informação pode ser repassada à família pelo telefone (86) 9 9430-5895. “Pedimos pelo amor de Deus que informem qualquer coisa, porque estamos desesperados e todas as informações que recebemos até agora não se confirmaram”, pediu a mãe.

G1

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados *

*