Banner topo – Armazém do povo Banner topo – Rede Brasil Aluguel de Carros Banner Topo -Virtex Telecom
Rede Brasil

Engenheira de 30 anos comanda no Piauí obra do maior parque eólico da América do Sul

em 15 de abril de 2019

Um detalhe em uma placa na obra da usina eólica Lagoa dos Ventos chama a atenção de quem chega: “Cuidado: homens e mulheres trabalhando”. O texto adverte que a modernidade chegou não apenas na forma de energia limpa. Situado na cidade piauiense de Lagoa do Barro, a 542 km de Teresina, o parque é realizado pelo trabalho de homens e mulheres desde a construção ao planejamento, como prova a engenheira Sabrina Costa, gerente de projetos da obra.

Engenheira Sabrina Costa, gerente de projetos do parque eólico Lagoas dos Ventos, no Piauí — Foto: Divulgação/ Enel

A gerência do projeto, parte central no desenvolvimento do parque, obriga a engenheira de 30 anos a lidar com todos os personagens de uma área predominantemente ocupada por homens. “O que eu faço hoje é a parte de gestão de pessoas e interface. É uma área ampla, e você precisa dos seus especialistas, da sua equipe para te dar apoio. Então você tem que saber ouvir as pessoas para tomar decisões acertadas”, comentou a engenheira em entrevista ao G1.

A engenheira assumiu a gerência de projetos também do parque eólico Delfina, construído na cidade de Campo Formoso, na Bahia. No parque eólico do Piauí, projeto mais de duas vezes maior do que o primeiro, Sabrina lidera mais de mil pessoas no canteiro de obras daquele que é o maior parque eólico em construção da America Latina.

Placa na obra do parque eólico Lagoas dos Ventos, no Sul do Piauí, indica que há homens e mulheres trabalhando — Foto: Divulgação/ Enel

Para a engenheira, o seu exemplo e o de outras mulheres que trabalham na mesma área é prova de que a diferenciação entre homens e mulheres tem sido quebrada no setor. E a placa que indica a presença de homens e mulheres na obra é uma demonstração do respeito pelo trabalho dessas mulheres.

“Podemos ver isso também pelo aumento no número de mulheres nos cursos de engenharia. E as empresas têm contratado elas. Não por ser mulher, mas pela competência mesmo. As mulheres têm possibilidade de crescer conforme o homem, não tem diferença, entende? Agora o preconceito por ser mulher, isso existe, e acho que cabe a cada uma saber lidar com essa situação e adquirir o respeito”, disse.

O parque Lagoas de Vento está em construção numa área que compreende os municípios de Lagoa do Barro do Piauí, Queimada Nova e Dom Inocêncio, no Piauí. Previsto para começar a operar em 2021, o parque tem 230 turbinas eólicas e deve ser capaz de gerar 3,3 TWh por ano. O investimento para a construção do parque ultrapassa os R$ 3 bilhões.

Fonte: G1 Piauí

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados *

*