Banner topo – Rede Brasil Aluguel de Carros Banner topo – Governo Piauí Banner Topo -Virtex Telecom Banner topo – Armazém do povo
Rede Brasil

500 presidiários farão Enem este ano no Piauí

em 28 de novembro de 2019

O ENEM PPL (Penas Privativas de Liberdade) é para adultos e jovens que estão sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade, a prova possui o mesmo grau de dificuldade do Enem regular.

As avaliações são realizadas nas unidades prisionais, os participantes com idade a partir de 18 anos, podem utilizar o desempenho no exame como meio para ter acesso à educação superior.

42 detentos da Penitenciária José de Deus Barros, em Picos, participarão da edição deste ano. Conforme dados da Secretaria de Justiça (Sejus), no Piauí mais de 500 detentos estão inscritos no ENEM PPL 2019.

Para o diretor da unidade Prisional de Picos, Sinval Hipólito, a participação dos detentos no exame é algo positivo, não só para o preso, mas pra todo o sistema prisional. “A gente entende que é de grande importância, não só para o detento, mas para seus familiares. Porque o detento que for aprovado, recebe o benefício do conhecimento de participar de um curso de nível superior, que é de grande importância para a vida pessoal desse detento, vida social e também para a direção do presídio e todo o sistema prisional do Piauí”.

O diretor Sinval relata que na penitenciária de Picos nunca aconteceu transtornos durante a aplicação das provas e explica como é realizada a segurança dos aplicadores. “Sempre fazemos esforços para que os aplicadores venham aplicar as provas com segurança, porque nós estamos aqui presentes com o conhecimento e compromisso para não permitir nenhum tipo de incidente”.

Outros programas educacionais e profissionalizantes são realizados na penitenciária masculina de Picos, como curso de refrigeração para centrais de ar-condicionado. Para Sinval, a importâncias desses programas são para a ressocialização destes. “A nossa preocupação é com o detentos, para que eles saiam daqui preparados para conviver com a sociedade”.

Fonte: Meio Norte

Nenhum comentário.

Os comentários estão encerrados para esta matéria.