Banner topo – Rede Brasil Aluguel de Carros Banner ZapNet – Topo Banner topo – Estado Piauí
Rede Brasil

Piauí é exemplo de sucesso em documentário sobre educação

O documentário aborda as angústias e sonhos da juventude brasileira, através das histórias de vida de estudantes de oito estados do país.

em 12 de julho de 2017

O lançamento do documentário “Nunca me Sonharam”, no Piauí, reuniu, na noite da última terça-feira (11), em um shopping de Teresina, estudantes, professores e gestores de vários municípios do Estado. Eles assistiram o filme junto com o governador Wellington Dias e a secretária estadual de Educação Rejane Dias.

O documentário aborda as angústias e sonhos da juventude brasileira, através das histórias de vida de estudantes de oito estados do país. O Piauí participa do filme com experiências exitosas, mostrando as histórias de estudantes da escola estadual Augustinho Brandão, em Cocal dos Alves, e do Centro de Ensino Médio de Tempo Integral (Ceti) Didácio Silva, em Teresina.

“Este documentário é muito importante para chamar a sociedade para a reflexão, mostra como a sociedade não vem sonhando com essa juventude e nem ensinando esta juventude a sonhar, mas eles estão aí vivos e dizendo que precisam de uma educação de qualidade. Para a nossa escola foi gratificante mostrar que estamos ensinando os nossos 470 jovens a sonharem, a buscarem melhores dias e a acreditarem que a educação ainda é o caminho”, disse o diretor do CETI, Alberto Machado.

O filme, ao mesmo tempo em que traz uma provocação sobre a necessidade de políticas públicas que englobem a juventude, que muitas vezes está às margens na sociedade, também mostra que o caminho para acabar com as desigualdades e fazer essa juventude se sentir incluída é a educação. “A ideia é que esse filme abra a conversa sobre educação, pois a educação é a ferramenta para enfrentar a desigualdade. A gente precisa mexer nessa desigualdade e esse é um jeito muito potente de se mexer nisso”, disse Maria Júlia Gouveia, gerente de projetos do Instituto Unibanco, responsável pela produção do documentário.

Para a estudante do terceiro ano do ensino médio, do CETI Didácio Silva, Joeline Maria Soares da Silva, de 17 anos, o documentário serviu como inspiração para buscar dias melhores. “Me senti incentivada a ser professora, sempre gostei de falar com as pessoas, de me comunicar e quando vi a situação de outras escolas brasileiras, e vi que a minha é exceção, então me senti instigada a participar deste cenário como agente de mudança. E, com o documentário, eu me vi uma professora, porque gosto de ajudar as pessoas e, sendo professora, indiretamente, ajudo também a sociedade”, afirmou.

 (Crédito: Divulgação / Unibanco)

A secretária Rejane Dias chamou a atenção para o fato de o documentário refletir a realidade a partir do olhar dos estudantes de escolas públicas. “Esse documetário é mais uma chance de ouvirmos gestores, professores e estudantes, além de especialistas em educação, sobre a realidade da educação de ensino médio. O Piauí traz exemplos exitosos e nós estamos sempre buscando melhorar a qualidade da nossa educação”, afirmou.

Já o governador Wellington Dias não foi contrário ao que o filme retrata e afirmou que a educação é o caminho. “A educação do Piauí faz com que nós aprendamos com a juventude e eu vim aqui assistir o documentário para isso. O Piauí está criando uma educação de qualidade e a certeza é que a educação é o caminho para os avanços que precisamos”, finalizou.

Meio Norte – Fotos: Divulgação/Unibanco

Nenhum comentário.

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado. Campos obrigatórios estão marcados *

*